Campânula de Vidro

Li-o de um fôlego. Gostava de o ter lido quando tinha quinze anos, imagino o efeito que teria tido sobre mim na altura. Li-o agora e fez todo o sentido.

“A Campânula de Vidro” de Sylvia Plath, Assirio & Alvim, 2002.

Quando virei a última página e fechei o livro, senti que me apetecia dormir um dia inteiro. Estou cansada. O dia foi estranho, eu estou estranha. Estou ou sou, já não consigo muito bem distinguir.

 

One thought on “Campânula de Vidro

  1. ás vezes também me confundo….agora fiquei cheia de curiosidade de espreitar o livro- ainda bem que a feira do livro é mesmo aqui e finalmente tenho alguns trocos pra me alimentar !😉

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s