O túnel

Depois de constatar que o “Margarida e o Mestre” era pesado demais para andar na mala e, com os “Pequenos Mistérios” terminados (mas não encerrados, sei que vou reler muitos dos contos), comecei “à caça” de um livro para as horas de almoço. Algumas voltas pelos livros espalhados nas redondezas e saí de casa com “O Túnel” de Ernesto Sabato na mão. Uma hora de almoço, cinco capítulos lidos e este Juan Pablo Castel já me conquistou. Estranho, um pouco niilista, desconcertante, arrogante, sarcástico, escolha mais do que perfeita! Adoro quando um livro me agarra assim, logo nas primeiras frases.

“…Existiu uma pessoa que poderia entender-me. Mas foi precisamente essa a pessoa que matei.”  

de “O Túnel”, Ernesto Sabato, Relógio D’Água, da colecção Crime Imperfeito, com capas de Jorge Colombo. Confesso que gosto muito mais desta edição do que da actual.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s