run

A caminho de casa, sou ultrapassada em passo de corrida por um rapaz e uma rapariga a fazerem “jogging”. Continuo a andar, vejo-os afastarem-se e penso: se estivesse muito neurótica ou feliz ou histérica ou melancólica  ou deprimida ou a alucinar com alguma coisa que me tivesse entusiasmado ou simplesmente com vontade estar sozinha, sim, de certeza que podia percorrer a cidade de uma ponta à outra, a andar, andar muito depressa, com música nos ouvidos, como tantas vezes faço, todos os dias na verdade…

Por prazer, dúvido, por prazer, estendo-me no chão da varanda, acendo um cigarro, bebo um gin tónico e fico a sorver o sol enquanto leio.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s