dolce far niente

Passear pela baixa, Rua da Anchieta, muitos livros, encontrar um Bilal que não tinha, cheesecake e um café no sítio do costume, ler ao fresco, passear mais um bocado e estacionar em frente à montra da Sá da Costa cheia de livros infantis importados há trinta anos atrás. Não entrei, para não cair em tentação e porque fiquei com pena do livreiro que ía chatear para desfazer a montra, se começasse, já sei que não resistia a vê-los todos. Fica para a próxima.

One thought on “dolce far niente

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s