Kafkiana

Ontem na Casa Pélys, os meus olhos passaram por esta antologia de contos do Kafka duas vezes e à terceira foi de vez, tive de o tirar da estante. Tenho quase todos os livros do Kafka, mas nunca cheguei a comprar o primeiro volume dos contos que saiu na Assírio &Alvim, nem a edição da Biblioteca de Babel (Presença) com uma selecção de contos, esta última, muito mais tentadora. Abri para espreitar o índice e já não larguei mais o livro, os quatro primeiros contos (“A Metamorfose”, “A Sentença”, “Um Médico da Aldeia” e “Chacais e Árabes”) tinham sido suficientes para me convencerem, mas há mais, muito mais, doze contos, um deles “O Abutre” que dá título à edição da Biblioteca de Babel. A edição é da Arcádia, de 1962 e foi impossível resistir-lhe.

A provar que as coincidências livrescas me perseguem e ainda bem, quando vou pagar, vejo no balcão um monte de livros acabados de chegar e entre eles, outro livro de Kafka:  a “Metamorfose”  na edição da Livros do Brasil que persigo há anos por causa das ilustrações ( e capa também)  de Infante do Carmo. Não queria acreditar!

Regressei a casa, kafkiana e feliz.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s