ponto morto

Um dia inteiro a arejar a cabeça por Sintra e regresso às novas rotinas. Amanhã começam as aulas e o despertador volta a soar tortuosamente às 6h45 da manhã, por isso armo-me em “bem-comportada” e deito-me antes da uma. Tiro folga das ilustrações, organizo as envolventes e leio até adormecer, encho-me de boas intenções que duram um dia, a partir de segunda-feira o plano de trabalho das ilustrações já está mais do que preenchido.

E no calendário dos afazeres da semana aparece uma palavra nova: MANIF (Sexta-feira, 21 de Setembro às 17:00 em Palácio Nacional de Belém)

One thought on “ponto morto

  1. Aqui ocorre o inverso. O calor surpreende e as noites estão cada vez mais dentro de mim. Mergulho na noite e fico a deriva. Dias quentes. Noites desgastantes… bacio

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s