estupidez

A pensar na estupidez, sempre estupidamente estúpida, acerto em cheio na página aberta ao acaso do livro de Ramón Gómez de la Serna – “Seios”.

Os Seios Estúpidos

Há um grupo numeroso de seios todos eles estúpidos, seios que estão cheios de coisas estúpidas e que tresandam a estupidez.
Às estúpidas arrancaríamos os seios estúpidos, esperaríamos muito tempo até as convencermos e por fim lhes arrancarmos os seios estúpidos, até lhes podermos dizer coisas terríveis, para nos vingarmos da sua estupidez.
Além do mais, os seios estúpidos costumam ser muito pequenos, porque quando os grandes são estúpidos a sua grandeza apaga a estupidez.
São pequenos, mas há que ver o ar que tomam nos passeios, como se fossem os primeiros e únicos seios do mundo! Oh!, dá vontade de os fazer rebentar, clac! e deitar a fugir!
As donas dos seios estúpidos não os encheram de interesse, nem de um pouco de inteligência, nem sequer de instintos. Encheram-nos apenas de uma coisa insípida, ruim, feita de mil mesquinhezes.
Os homens estúpidos correm, porém, atrás dos seios completamente estúpidos, excessivamente estúpidos, sendo embora todos os seios estúpidos, mas nunca tão absolutamente estúpidos.
Estes seios estúpidos não são sequer os seios da idiota, que têm certo encanto selvagem, igual ao que há nos frutos das árvores, que não precisam de ser inteligentes para dar frutos verdadeiros e bons e a que não faz falta o verme da estupidez!
Os seios estúpidos têm uma inexistência que a sua estupidez lhes confere; são vultos autênticos, penduricalhos insignificantes das estúpidas”.

“Seios” de Ramón Gómez de la Serna, edições &etc, 1999.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s