futilidades

Depois de meses a escrevinhar num caderno: calendários, planos, livros que leio, livros que quero ler, livros que procuro, contas, muitas contas, sempre a merda do dinheiro, afazeres idiotas, deadlines para trabalhos, sítios para ir, intenções, sessões de cinema, ideias para desenhar, horários, coisas constantemente adiadas, coisas muito importantes, outras nem por isso, riscos, letras, datas e horas que nunca encontro quando preciso…comprei uma agenda. Continuo a escrevinhar os mesmos horários, a antecipar e a adiar, desorganizo mais do que organizo, a merda do dinheiro continua a preencher as linhas diárias, o desequilíbrio entre o tempo e as vontades mantêm-se inalterado, mas pelo menos agora tenho um mapa datado para me orientar, disparato sobre um plano delineado. Se isto ajuda alguma coisa? não, ajuda muito pouco, mas a agenda parece um lego e é gira para brincar, a encaixar e desencaixar as peças quando estou muito irritada.

Sintra

2 thoughts on “futilidades

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s