I_I_

IMG_2477

Constatar as repetições, a seguir a um alto vem um baixo, é simples: altos, baixos, altos, baixos, altos, baixos; é básico, repetitivo, estúpido e eu já o devia saber. Resta-me apreciar devidamente os altos, sem pensar no baixo que se segue e apesar de as memórias dos altos funcionarem como uma espécie de antídoto ao caos instalado pelos baixos, ecoam sempre nestes momentos como lembranças bem distantes, é isto, ou estou um pouco triste…
De momento, tosse,febre, noites mal-dormidas, cansaço, dias confusos e trabalho atrasado estão na ordem do dia, amanhã logo se vê.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s