transportável, também para guardar

IMG_2626

Se a felicidade fosse algo transportável, poderia dizer que este saco de plástico verde continha uma pequena porção dela. Desta vez, nem o tempo mal-humorado estragou a manhã e esta foi perfeita. De regresso a casa, ainda não parei de contemplar os cinco livros que trouxe da Anchieta e que hoje, não foram achados porque alguém os achou para mim.

Com tempo os outros quatro passarão por aqui. Agora, abro uma excepção a este que já estava guardado e que foi encontrado em Galveias, há umas semanas atrás. Saiu também de um saco cheio de livros, os quais conforme iam sendo espalhados no banco onde estava sentada, me deixavam de olhos arregalados sem saber qual espreitar primeiro, livros excelentes! Depois de os ver, quase a correr e de ainda ter a sorte de ser presenteada com uma belíssima edição da La Guilde Du Livre do “Journal Intime” de Kafka, escolhi este para guardar. E, como já disse noutro lado, foi sem dúvida, um dos melhores achados dos últimos tempos.

“Playboy’s Short-Shorts”, 30 micro-contos de Ray Bradbury, Harold Pinter, Lawrence Durrell, Roald Dahl, Jack Kerouac, Bruce Jay Friedman, Erskine Caldwell e muitos outros. A maior parte deles ilustrados por Tomi Ungerer, Randall Enos, Peter Max, Edward Gorey, Marshall Arisman, Arthur Paul, Bill Charmatz e outros igualmente interessantes. Em suma, um 2 em 1 perfeito literatura/ilustração consumado nesta edição portátil da Playboy Press de 1970.

IMG_2627

IMG_2511

2 thoughts on “transportável, também para guardar

  1. Pingback: ver*ler | papel manteiga

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s